AMLG Animes: Origin: Spirits of the Past – Natureza x Civilização

11 04 2012

Gin-iro no Kami no Agito

Depois de algumas semanas de coma criativo, estou de volta trazendo uma análise fresquinha de um anime movie que acabei de assistir, e ele é Gin-iro no Kami no Agito, ou, em seu título estadunidense, Origin: Spirits of the Past.

Ele é um anime movie produzido pelo estúdio Gonzo e lançado em 2006 no Japão e nos Estados Unidos, e possui a duração de 94 minutos. A seguir o trailer oficial.

Este anime narra a história de um mundo distópico 300 anos no futuro. O enredo é inicido com uma bela sequência de imagens que representam o modo em que o mundo chegou ao seu estado atual, há 300 anos atrás, os cientístas realizaram experiências de bioengenharia sobre a estrutura molecular das plantas, realizadas em uma base científica na lua, com o objetivo que reflorestar o planeta, porém estes experimentos tiveram um fracasso espetacular, que culminou na fragmentação da lua e a devastação da terra.

Esta devastação se deu pois os esperimentos humanos deram às plantas um intelecto elevado assim como o controle de si mesmas.

O anime se inicia em Neutral City, uma cidade que tem a intensão de viver em harmonia com as agressivas florestas que dominam o mundo, e com a escassez de água potável, eles firmaram um acordo com os Zruids,  um povo composto por plantas humanóides, lhe permitindo retirar uma determinada quantia das águas contidas em sua floresta para nutrir a cidade. O protagonista é o jovem Agito, um garoto extrovertido que no meio de uma travessura acaba descobrindo uma alguém em um compartimento de animação suspensa, Tula, uma garota adormecida há 300 anos, deste os momentos que precederam a catástrofe. A partir desta descoberta a floresta começa a ficar mais agitada, sentindo que a garota trará a destruição.

Minha Opinião

Este anime possui diversas coisas a se ressaltar, apesar da história não ser exatamente muito original, ela é bem abordada, sem deixar o expectador cansado ou entediado. Outro fator positivo é a arte gráfica, tanto o traço quanto as cores, que dão uma grandiosidade a cada cena, principalmente as cenas que contrastam as florestas com as ruínas da civilização. E por fim, e tão importante quanto os anteriores, a trilha sonora é encantadora, nos brindando com acompanhamento à altura das artes gráficas, resultando em cenas marcantes.

Como conclusão considero um anime movie imperdível, poderia ser melhor? Sim, acho que ficaria excelente caso fosse abordado em um conjunto de episódios assim desenvolvendo mais o enredo para retirar um pouco de sua superficialidade, porém o desafio de teria de manter suas qualidades técnicas neste formato.

Abraços, Tom.

Anúncios

Ações

Information

Gostou? Odiou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: