Sistemas

Os RPGs são um passatempo que tem um potencial ilimitado, pois a partir de um momento que estilo ou tema de jogo não agradar é sempre possível trocar, podendo existir quaisquer características imaginadas por seus jogadores, e por esse motivo o sistema se faz necessário.

O sistema nada mais é do que um conjunto de regras para organizar e facilitar o jogo, ele pode variar drasticamente desde inúmeras informações numéricas dos personagens até simples classificações. Ele precioso em um jogo de RP, pois faz a divisão de um jogo estruturado de apenas um “faz de conta coletivo”, não que este último seja algo abominável, muito pelo contrário, seria excelente poder criar historiassem limitações com o grupo, porém isso não tende a ter bons resultados a médio e longo prazo, pois conflitos de interesses sempre existirão, e para lidar com isso é utilizado o sistema.

Planilha de Personagem

As planilhas de personagem, ou fichas de personagem, são modelos de ficha para serem impressos e preenchidos pelo jogador com a finalidade de criar um personagem, normalmente a planilha de personagem é disponibilizada junto ao livro do RPG ou por meio da internet, e geralmente é permitida sua a sua cópia para uso doméstico.

Geralmente as planilhas de personagem possuem algumas das características a seguir: Histórico do personagem, mensuração de capacidade física, metal e/ou social através de números, traços e características, aptidões profissionais, conhecimentos e etc.

O detalhamento do processo de criação do personagem sempre é detalhado no livro básico do sistema.

Jogada de Dados

Também chamadas de “rolagem de dados”, a jogada de dados está presente na maioria dos sistemas implementando a aleatoriedade. No início pode ser difícil entender a notação utilizada nos livros de RPG, vamos ver alguns exemplos:

Escolhendo um sistema

A escolha do sistema deve ser feita por base no que ele oferece em comparação com o que o grupo necessita, geralmente os sistemas possuem indicações de melhores utilizações de seus recursos. Ao utilizar um sistema fora de seu foco principal pode gerar problemas e estranheza por parte dos jogadores, assim sendo recomendada uma análise seria neste quesito, jogar utilizando um sistema não proposto para o tema é possível, porém precisará de ajustes e, sem dúvidas, um conhecimento sobre ele por parte do narrador.

Sistemas:

3D&T – Evolução do Defensores de Tóquio, ele é um sistema brasileiro de adaptação de animes e games, tendo como uma de suas maiores vantagens a simplicidade, que o faz aprendido totalmente em poucas horas. O 3D&T utiliza dados de seis faces (d6);

d20 – Sistema fortemente baseado na 3ª/3.5ª edição de Dungeons and Dragons, que a partir da licensa aberta se tornou um esqueleto para vários outros RPG, exemplo: Mutantes & Malfeitos, BESM d20, Ação!!! e Star War. Os RPGs do sistema d20 normalmente utilizamuma grande variedade de dado – quatr0, seis, oito, dez, doze e vinte faces (respectivamente d4, d6, d8, d10, d12 e d20);

Daemon – O Sistema Daemon é um sistema matemático com alto grau de realismo em sua lógica, mas com o potencial suficiente para ser utilizado em inumero estilos (inclusive fantasia), ele utiliza dados de dez (d10) e seis (d6) faces;

GURPS – O Generic Universal Role Playing System (Sistema Genérico e Universal para Jogos de Interpretação), GURPS, é um sistema voltado para o jogo em todos os tipos de estilos, sendo famoso por sua flexibilidade, dinamismo e detalhismo, ele utiliza dados de seis faces (d6);

O Senhor dos Anéis – Um RPG que utiliza o sistema CODA (mas é mais facil citar o RPG), com bastante versatilidade na construção do personagem, este pode ser uma excelente opção para representar enredos de temática medieval fantasia. Ele utiliza dados de seis faces (d6);

RPGQuest – Criada como uma versão simplificada do sistema daemon, ele tem, no próprio “core” do sistema, material suficiente para muitas adaptações. O RPGQuest, assim como 3D&T, é um dos RPG mais indicados para iniciantes, utiliza dados de seis faces (d6);

Storytelling – Sistema voltado para jogos que incentiva a interpretação, sendo profundamente ligado com jogos de horror gótico e gótico. Storytelling utiliza dados de dez faces (d10);

Anúncios

Gostou? Odiou? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: